Acessibilidade nas Redes Sociais – parte 4 Vídeos - MW Way

Acessibilidade nas Redes Sociais – parte 4 Vídeos

,
Acessibilidade nas Redes Sociais – parte 4 Vídeos

Acessibilidade em vídeos.

Apenas as legendas não são suficientes

O país tem se preocupado em garantir políticas públicas adequadas para o cidadão com algum tipo de deficiência e, inclusive, deu um grande passo publicando o Estatuto da Pessoa com Deficiência, que entrou em vigor no dia 02 de janeiro de 2016 e está mais rigoroso em relação a uma série de itens relacionados à saúde, inclusão, educação e acessibilidade.

Nessa realidade, com a grande quantidade de conteúdo disponibilizado de forma online e as oportunidades que o digital oferece, é essencial que mais um passo seja dado em termos de acessibilidade e que ela seja levada também para a dimensão virtual, seja na acessibilidade de texto como acessibilidade em vídeos

Exemplos de inclusão

Em 2017, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) contou pela primeira vez com uma prova em vídeo traduzida em Libras, voltada aos participantes com deficiência auditiva.

 

O filme “Teu mundo não cabe nos meus olhos“, estrelado pelo ator Edson Celulari, teve sessões exibidas nos cinemas com tradução em Libras, legendas e audiodescrição.

Confira o trailer abaixo

canal da Turma da Mônica no YouTube criou uma playlist especialmente voltada aos surdos, com tradução em Libras de episódios do desenho animado.

Veja a playlist

Estes são apenas alguns exemplos que mostram a crescente preocupação no Brasil com a acessibilidade em vídeos para os surdos.

É importante saber que nem todo surdo é bilíngue

Assim como existem pessoas que nasceram surdas existem outras que perderam a audição por alguma circunstância durante a vida. Neste segundo caso, as legendas dos vídeos são um ótimo recurso.

Mas e nas pessoas que se enquadram no primeiro caso?
Neste caso o ideal é o uso da Linguagem Brasileira de Sinais, chamada de Libras

O vídeo é então uma ferramenta completa para se comunicar com surdos

O vídeo é uma ferramenta muito eficiente para se comunicar com surdos, já que pode combinar as legendas, a tradução em Libras além das próprias imagens, que permitem a leitura labial.

No caso das legendas tecnicamente os três critérios principais que precisam ser considerados são:

Sincronizadas – as legendas devem estar sincronizadas ou disponíveis ao mesmo tempo com o conteúdo de vídeo e áudio.

Acessível: as legendas devem estar acessíveis em relação ao contraste de cores do texto e do plano de fundo ou até mesmo ao posicionamento do texto no vídeo.

Equivalente textual – as legendas devem apresentar o mesmo conteúdo disponível na faixa de áudio do conteúdo multimídia.

É o nosso dever promover a inclusão, e não a discriminação de qualquer grupo em nossa sociedade.

Para que estes recursos sejam realizados da melhor forma possível, a professora da Universidade Federal do Ceará (UFC) Soraya Ferreira elaborou junto com uma equipe um guia completo de acessibilidade em produções audiovisuais. No guia, você encontra todos os parâmetros recomendados para trabalhar não somente com tradução em Libras e legendas para surdos, como também com audiodescrição, para deficientes visuais. Você pode acessar o guia completo neste link.

Existem diversos canais de vídeos online acessíveis para surdos, seja no YouTube ou em outras plataformas pela internet. Selecionamos quatro para você se inspirar .

TV INES

TV INES é a web TV do Instituto Nacional de Educação de Surdos (INES). A programação é 100% bilíngue (Libras e português) e conta com conteúdo ao vivo e gravado. Você encontrará programas jornalísticos, infantis, educativos, entre outros, além de filmes e documentários.

Visurdo

Visurdo reúne vídeos de humor e conteúdo que esclarece dúvidas e mostra curiosidades sobre o dia a dia dos surdos.

Canal Acessível

Canal Acessível foi criado em parceria entre a IQ Agenciamento e a ETC Filmes para publicar vídeos de grandes influenciadores digitais em um formato acessível, com tradução em Libras, legendas e audiodescrição. Há conteúdos de influencers como Cauê Moura, Caio Novaes (Ana Maria Brogui), Marimoon e Maurício Cid (Não Salvo).

e-Aulas – USP

Não poderíamos deixar de indicar um canal de vídeos que ensinasse Libras para surdos e ouvintes. A Universidade de São Paulo (USP) disponibiliza um curso livre online e gratuito em seu portal e-Aulas sobre a Língua Brasileira de Sinais. As aulas são publicadas em duas versões: uma em português e uma em Libras com legendas em português.

Fontes :
Hand talk me
deque
Youtube
Planalto.gov

Leia também:

Acessibilidade nas Redes Sociais Parte 1

Acessibilidade nas Redes Sociais Parte 2-Facebook

Acessibilidade nas Redes Sociais Parte 3 – Instagram

Habilidades

Postado em

7 de agosto de 2019

Receba nossas Newsletters

Entre em contato conosco

Telefone Tel.: (11) 4413.6351

Email suporte@mwway.com.br

LocalizaçãoRua das Grevíleas, 555
Jardim dos Pinheiros - Atibaia-SP